terça-feira, 19 de junho de 2012

**DISLEXIA**


Dislexia é uma específica dificuldade de aprendizado da Linguagem: em Leitura, Soletração, Escrita, em Linguagem Expressiva ou Receptiva. Não tem como causa falta de interesse, de motivação, de esforço ou de vontade, como nada tem a ver com acuidade visual ou auditiva como causa primária. Dificuldades no aprendizado da leitura, em diferentes graus, é característica evidenciada em cerca de 80% dos disléxicos. Acomete mais o sexo masculino que o feminino. E comum essas crianças ser chamadas de preguiçosas, demente, não sabe de nada ou até mesmo de burras. A criança disléxica sofre muito, por não acompanhar seus colegas e isso pode causar danos, entre esses, a falta de confiança que pode acompanhar por toda a vida.

   Para entender essas crianças s, podemos destacar alguns pontos:


A) Uma falha no sistema nervoso central em sua habilidade para organizar os grafemas, isto é, as
Letras ou decodificar os fonemas, ou seja, as unidades sonoras distintivas no âmbito da palavra.
B) O impedimento cerebral relacionado com a capacidade de visualização das palavras.
C) Diferenças entre os hemisférios e alteração (displasias e ectopias) do lado direito do cérebro. Isso
Implica, entre outras coisas, uma dominância da lateralidade invertida ou indefinida. Mas também
Justifica o desenvolvimento maior da intuição, da criatividade, da aptidão para as artes, do raciocínio
Mais holístico, de serem mais subjetivos e todas as outras qualidades características do hemisfério
Direito.
D) Inadequado processamento auditivo (consciência fonológica) da informação lingüística.
E) Implicações relação afetiva materno-filial, o que pode entravar a necessidade da linguagem, e
Mais tarde a aprendizagem da leitura e escrita.

 Sinais encontrados em disléxicos:

__Fraco desenvolvimento da atenção.
__Falta de capacidade para brincar com outras crianças.
__Atraso no desenvolvimento da fala e escrita.
__Atraso no desenvolvimento visual.
__Falta de coordenação motora.
__Dificuldade em aprender rimas/canções.
__Falta de interesse em livros impressos.
__Dificuldade em acompanhar histórias.
__Dificuldade com a memória imediata organização geral.

 
Dificuldades encontradas em crianças disléxicas:

__Dificuldade para ler orações e palavras simples.
__A pronúncia ou a soletração de palavras monossilábicas é uma dificuldade evidente nos
Disléxicos.
__As crianças ou adultos disléxicos invertem as palavras de maneira total ou parcial, por
__Invertem as letras ou números, por exemplo: /p/ por /b/, /d/ por/ b /3/ por /5/ ou /8/, /6/ por
/9/ especialmente quando na escrita minúscula ou em textos manuscritos escolares. Assim, é
Patente a confusão de letras de simetria oposta.
__A ortografia é alterada, podendo estar ligada a chamada CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA
__Copiam de forma errada as palavras, mesmo observando na lousa ou no livro como são
Escritas. Em geral, as professoras ficam desesperadas: “como podem - pensam e reclamam -
Ela está vendo a forma correta e escreve exatamente o contrário?”“. Ora, o processamento da
Informação léxica, que é de ordem cerebral, está invertida ou simplesmente deficiente.
__As crianças disléxicas conhecem o texto ou a escrita, mas usam outras palavras, de maneira
Involuntária. Trocam as palavras quando lêem ou escrevem, por exemplo: “gato” por “casa”.
__Têm as crianças disléxicas dificuldades em distinguir a esquerda e a direita.
__Alteração na seqüência das letras que formam as sílabas e as palavras.
__Confusão de palavras parecidas ou opostas em seu significado. Os homônimos, isto é,
Palavras semelhantes (seção, cessão e seção) é uma dificuldade nas crianças disléxicas.
__Os erros na separação das palavras.
Marina S. Rodrigues Almeida quatro
__Os disléxicos sofrem com a falta de rapidez ao ler. A leitura é sem modulação e sem ritmo.
Os disléxicos, às vezes, com muito sacrifício, decodificam as palavras, mas não conseguem
Ter compreensão.
__Os disléxicos têm falha na construção gramatical, especialmente na elaboração de orações
Complexas (coordenadas e subordinadas) na hora da redação espontânea.

Tipos de Dislexia

__DISLEXIA ACÚSTICA: manifesta-se na insuficiência para a diferenciação acústica (sonora
(Ou fonética) dos fonemas e na análise e síntese dos mesmos, ocorrendo omissões, distorções,
Transposições ou substituições de fonemas. Confundem-se os fonemas por sua semelhança
Articulatória.
__DISLEXIA VISUAL: Ocorre quando há imprecisão de coordenação viso-especial
Manifestando-se na confusão de letras com semelhança gráfica. Não temos dúvida que o
Primeiro procedimento dos pais e educadores é levar a criança a um médico oftalmologista.
__DISLEXIA MOTRIZ: evidencia-se na dificuldade para o movimento ocular. Há uma nítida
Limitação do campo visual que provoca retrocessos e principalmente intervalos mudos ao ler.

__Alterações de grafia como "a", "e-d", "h-n" e "e-d", por exemplo.
__As crianças disléxicas apresentam uma caligrafia muito defeituosa, verificando-se
Irregularidade do desenho das letras, denotando, assim, perda de concentração e de fluidez de
Raciocínio.
__As crianças disléxicas, ainda segundo o professor, apresentam confusão com letras com
Grafia similar, mas com diferente orientação no espaço como “b-d". "d-p", "b-q", "d-b", "dp",
"d-q", "n-u" e "a-e". Ocorre também com os números 6;9;1;7;3;5, etc.
__Apresenta dificuldade em realizar cálculos por se atrapalhar com a grafia numérica ou não
Compreende a situação problema a ser resolvida.
__Confusões com os sinais (+) adição e (x) multiplicação.
__A dificuldade pode ser ainda para letras que possuem um ponto de articulação comum e cujos
Sons são acusticamente próximos: "d-t" e "c-q", por exemplo.
__Na lista de dificuldades dos disléxicos, para o diagnóstico precoce dos distúrbios de letras,
Chamamos a atenção de educadores, e pais para as inversões de sílabas ou palavras como
"sol-los", "som-mos" bem como a adição ou omissão de sons como "casa-casaco", repetição
de sílabas, salto de linhas e soletração defeituosa de palavras.

 Ajuda aos Disléxicos

Uso freqüente de material concreto:
__Relógio digital.
__Calculadora.
__Gravador.
__Confecção do próprio material para alfabetização, como desenhar, montar uma cartilha.
__Uso de gravuras, fotografias. (a imagem é essencial para sua aprendizagem).
__Material Curisineire / Material Dourado.
__Folhas quadriculadas para matemática.
__Máscara para leitura de texto.
__Letras com várias texturas.
__Evitar dizer que ela é lenta, preguiçosa ou compará-la aos outros alunos da classe .
__Ela não deve ser forçada a ler em voz alta em classe a menos que demonstre desejo em fazêlo.
__Suas habilidades devem ser julgadas mais em sua respostas orais do que nas escritas.
Marina S. Rodrigues Almeida 6
__Sempre que possível , a criança deve ser encorajada a repetir o que foi lhe dito para fazer, isto
inclui mensagens. Sua própria voz é de muita ajuda para melhorar a memória.
__Revisões devem ser freqüentes e importantes
__Copiar do quadro é sempre um problema, tente evitar isso, ou dê-lhe mais tempo para fazê-lo.
__Demonstre paciência, compreensão e amizade durante todo o tempo, principalmente quando
Você estiver ensinando a alunos que possam ser considerados disléxicos.
__Ensine-a quando for ler palavras longas, a separá-las com uma linha a lápis.
__Dê-lhes menos dever de casa e avalie a necessidade e aproveitamento desta tarefa
__Não risque de vermelho seus erros ou coloque lembretes tipo: estude! Precisa estudar mais!
Precisa melhorar!
__Procure não dar suas notas em voz alta para toda classe, isso a humilha e a faz infeliz.
__Não a force a modificar sua escrita, ela sempre acha sua letra horrível e não gosta de vê-la no
Papel. A modulação da caligrafia é um processo longo.
__Procure não reforçar sentimentos que minimizam sua auto-estima.
__Dê-lhes um tempo maior para realizar as avaliações escritas. Uma tarefa em que a criança
Não-disléxica leva 20 minutos para realizar, a disléxica pode levar duas horas.
__Usar sempre uma linguagem clara e simples nas avaliações orais e principalmente nas
Escritas.
__Uma língua estrangeira é muito difícil para eles, faça suas avaliações sempre em termos de
Trabalhos e pesquisas.
AJUDAR A MELHORAR A AUTO-ESTIMA. Ofereça
Segurança, carinho, compreensão e elogie seus pequenos acertos.
__Procurar ajuda profissional para realizar um diagnóstico correto: Fonoaudiólogo,
Psicólogo, Neurologista ou Psicopedagogo.
__Explique que suas dificuldades têm um nome: DISLEXIA e que você vai ajudá-lo a superálas,
mas que ele é o principal agente desta mudança.
__Encoraje-o e encontre coisas em que se saia bem, estimulando-o nessas coisas.
__Elogie por seus esforços, lembre-se como ele tem de esforçar-se muito para ter algum sucesso
na leitura e na escrita.
__Ajude-o nos seus trabalhos escolares, ou, em algumas lições em especial, com paciência (mas
não escreva para ele, ou resolva suas tarefas de matemática).
__Ajude-o a ser organizado.

 BIBLIOGRAFIA

 Marina S. Rodrigues Almeida
PSICÓLOGA, PEDAGOGA E PSICOPEDAGOGA
Consultora Educacional

 DISLEXIA EM QUESTÃO
J. AJURIAGUERRA
ED. ARTES MÉDICAS
DISLEXIA-MANUAL DE LEITURA CORRETIVA
MABEL CONDEMARIN
ED. ARTES MÉDICAS

 Atividades que  podem contribuir para diagnosticar disléxicos:





Um comentário: